sexta-feira, 21 de outubro de 2011

AS FASES DA VIDA

As Fases da Vida - Aula de Ciências

AULAS APLICADAS NO 3º ANO B DA ESCOLA LÓIDE BONFIM DE ANDRADE
DOURADOS/ MS – 3º BIMESTRE - PROFª GENI ROQUE CANDADO E ÉLIDA BRANDÃO

MATERIAL RETIRADO E ADAPTADO PARA O 3º ANO:    http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22388

AUTORA: AMÉLIA PEREIRA BATISTA PORTO - BELO HORIZONTE - MG ESCOLA DE EDUCACAO BASICA E PROFISSIONAL DA UFMG - CENTRO PEDAGOGICO
CO-AUTORA: LÍZIA MARIA PORTO RAMOS

FASES DA VIDA – CIÊNCIAS – ENSINO FUNDAMENTAL INICIAL

O que o aluno poderá aprender com esta aula
·         Reconhecer que o ser humano, como todo ser vivo, tem um ciclo vital;
·         Identificar as mudanças que ocorrem no ser humano durante seu ciclo vital (biológicas, sociais, psicológicas);
·         Relacionar as mudanças que ocorrem com o ser humano à cultura em que se insere.
·         Valorizar a interação e cooperação no convívio com pessoas de diferentes idades.

Duração das atividades
5h/a

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Saber que os seres humanos assim como os outros seres vivos passam por um ciclo vital do nascimento à morte.

Estratégias e recursos da aula

Introdução: uma abordagem para o professor   
Nesta aula estudaremos as Fases da Vida, fazendo uma abordagem de diferentes aspectos do desenvolvimento biológico e cultural do ser humano de forma que o aluno possa refletir sobre comportamentos estereotipados e influenciados, muitas vezes, pela cultura e reforçados ou impostos pela mídia. Será conhecido e discutido também o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Estatuto do Idoso e as condições de vida dos dois grupos no Brasil atual.   

Fases da vida humana
O ser humano como os outros seres vivos tem um ciclo vital: nascem, crescem e desenvolvem, tornam-se adultos, envelhecem e morrem. A vida do ser humano é um processo contínuo, no qual todas as experiências positivas ou negativas vividas compõem a sua história.

O início da vida
Na espécie humana a vida inicia quando um espermatozóide se une a um óvulo no interior do corpo da mulher. Com alguns dias, dessa união forma-se o embrião que se fixa ao útero materno. Durante nove meses o embrião se transforma e passa por muitas mudanças. Ele cresce e as estruturas do corpo humano vão sendo formadas.
A vida humana inicia-se então com a formação do embrião. Após três meses o embrião passa a ser chamado de feto e já é possível reconhecer características humanas nele. Quando o bebê nasce, uma nova etapa da vida humana se inicia.
A infância
A infância é o período compreendido desde o nascimento até cerca de 12 anos. Muitas transformações físicas, psicológicas e sociais mediadas pela cultura acontecem com a criança. Durante o seu desenvolvimento a criança aprende a engatinhar, andar, falar, ler, escrever e interagir com pessoas além do seu núcleo familiar, dentre outros.
Até o final da infância a criança apresenta um extraordinário desenvolvimento físico e emocional. A criança se torna cada vez mais capaz de compreender o que acontece no seu entorno estimulada pelas brincadeiras, a escolarização, a convivência com outras pessoas e outras formas de interação com o mundo.

A adolescência
A adolescência é uma fase de transição entre a infância e a idade adulta. É caracterizada por mudanças biológicas e psíquicas nos meninos e mais acentuadas nas meninas. O início da adolescência é o período definido como puberdade.
Em decorrência das diferenças sócio-culturais podemos afirmar que não existe um adolescente padrão. Os modos como o adolescente é visto pelos adultos são variados. Entretanto, os processos biológicos que ocorrem na adolescência são universais, ou seja, o adolescer é universal, independente do entorno de cada indivíduo.
Apresentamos a seguir algumas mudanças que ocorrem no corpo do menino e da menina. Estas mudanças ocorrem, de modo geral, na ordem cronológica em que foram listadas. É preciso, entretanto, considerar o ritmo de cada um:

 Meninos:
 . aumento do tamanho dos testículos;
 . primeiros pêlos genitais;
. aparecimento dos pêlos nas axilas;
. início do período de crescimento acelerado;
 . aparecimento dos pêlos faciais.

Meninas:
. início do desenvolvimento das mamas;
. primeiros pêlos genitais;
. aparecimento dos pêlos nas axilas;
 . início do período de crescimento acelerado;
 . primeira menstruação.
A vida adulta
Uma pessoa adulta possui mais autonomia e é capaz de tomar decisões e assumir suas consequências. É a fase de assumir responsabilidades relacionadas ao trabalho e a formação de uma nova família.
O adulto conhece melhor o seu corpo, suas qualidades e limites. Alcança nessa fase o ápice do vigor físico. O desenvolvimento mental atinge seu grau maior, mas é suscetível de aperfeiçoamento.
 A partir dessa fase o corpo tende a entrar em decadência com perda progressiva de algumas funções.
A velhice
 É difícil precisar o início da velhice. O envelhecimento difere muito entre os indivíduos. Em alguns países são consideradas pessoas idosas aquelas com 70 anos completos. No Brasil são consideradas idosas as pessoas com 60 anos completos.
A qualidade de vida das pessoas idosas vai depender em parte do que se tenha feito, pensando que a velhice ia chegar um dia e, aceitar essa fase da vida como um fechamento de um ciclo. Nessa etapa as pessoas podem usufruir de tudo que realizaram anteriormente.
Estratégia:
Como os alunos poderão atingir os objetivos propostos:
Os alunos poderão atingir os objetivos propostos através de conversa dialogada em que vão expor suas ideias a respeito do que sabem sobre o desenvolvimento pré-natal, a infância, a adolescência, a idade adulta e a velhice. Instigados pelas atividades exploradas no desenvolvimento da aula esperamos que os alunos participem das atividades e construam conhecimento sobre o assunto.

Como o professor irá ativar esse processo:
Levantando situações – problema para que os alunos emitam suas ideias sobre o assunto explorado, lendo poema, colecionando gravuras e confeccionando um cartaz sobre as fases da vida. Para finalizar vão ler um texto sobre o assunto e assistir a um vídeo e fazer um gibi usando um programa (Haguaquê) no computador, o tema do gibi será “As fases da minha vida”.

Aula 1 -
Para levantar os conhecimentos prévios dos alunos apresente para a turma o poema de Henriqueta Lisboa a seguir:


Passos  - Henriqueta Lisboa


Passos de brinquedo, leves,
que não conhecem o chão.
 É o bebê que faz a estréia
com sapatinhos de lã.
Passos que dizem bom-dia
de tão claros, tão alegres!
São as meninas crescidas
que voltaram do colégio.
Passos enérgicos,largos,
tremem as próprias paredes.
São os homens do trabalho,
que não têm tempo a perder.
Vagarosos passos últimos
arrastados em chinelos.
São as vovozinhas surdas
acalentando seus netos.


Sugestão de diálogo:
. A que fase da vida se refere cada estrofe do poema? Que trechos do poema justificam sua resposta?
. Você concorda com a descrição de cada fase da vida feita por Henriqueta Lisboa? Explique.
 . Você se identifica com a descrição feita em alguma das estrofes? Qual e por quê?  
 Escute os alunos e observe a forma como eles se referem a cada fase da vida. Procure saber:
 . Em que se apóiam para identificar as características de cada fase da vida: observação de familiares, pessoas do convívio, mídia?
 . Se reconhecem que as fases da vida compõem o ciclo vital do ser humano e que o tratamento dado a cada uma delas deve ocorrer de forma respeitosa.
. Levar os alunos na sala de tecnologia para assistir clipe feito com as gravuras da fase da vida e o vídeo  http://www.youtube.com/watch?v=VfW8mhNW_pE

LIÇÃO DE CASA: Divida a sala em 5 grupos e peça que cada grupo traga para a próxima aula gravuras de pessoas que representem uma fase diferentes da vida: pré-natal e nascimento; infância, adolescência, idade adulta, velhice e leve-as para a sala de aula. Essas gravuras serão usadas para montar, em grupo, um cartaz sobre as diferentes fases da vida.

Aula 2
Explique aos alunos que o ser humano passa por diferentes fases durante seu desenvolvimento. Antes do nascimento, ele se desenvolve no útero materno, período chamado de pré-natal. Após o nascimento, ele continua passando por transformações físicas, mentais, psicológicas e sociais que caracterizam cada fase: infância, adolescência, idade adulta e velhice.
No Brasil, por lei, a infância é o período desde o nascimento até a adolescência, ou seja, até cerca de 12 anos. A adolescência estende-se até os 18 anos, quando se inicia a idade adulta. É considerada idosa a pessoa com 60 anos ou mais.

Fazer os cartazes - Após a seleção das gravuras, organize os alunos em grupos, providencie o material necessário para realização da atividade como tesoura sem ponta, cola escolar, papel Kraft ou cartolina, caneta hidrocor, dentre outros.
Oriente os grupos a montar um cartaz com as imagens, agrupando-as de acordo com a fase da vida que representam. Depois escrever as características de cada fase da vida representada.
O propósito dessa atividade é refletir sobre as imagens veiculadas, buscando maior compreensão das diferentes fases da vida. Pretende-se também levar o aluno a perceber que comportamentos considerados padrões ou valorizados pela mídia podem ser diferentes se desejado.

Exponha os cartazes com a turma e oriente a discussão com questões como:
. Que fases da vida foram representadas?
 . Você convive com pessoas nessas diferentes fases da vida? Como é essa convivência?
. Como as pessoas são vistas nas diferentes fases da vida: o bebê, a criança, o adolescente, o jovem, o adulto e o idoso?
 . Todo adolescente age ou precisa agir da mesma forma?
. Como uma fase da vida pode contribuir para a formação da pessoa?
. Há aprendizagem de uma fase para outra? Explique.
Durante a discussão chame a atenção dos alunos para o fato de que, muitas vezes, os meios de comunicação criam estereótipos relativos às diferentes fases da vida que precisam ser repensados. É preciso conhecer cada etapa da vida para vivê-la de maneira mais saudável, aproveitando positivamente cada momento.  

Aula 3
Cada aluno deverá escrever pequenos tópicos, cada um sobre acontecimentos importantes da sua vida, até a atualidade. Estes pequenos textos serão usados para que cada aluno crie um gibi com uma história intitulada “As fases da Minha vida”. Será usado o programa “Haguaquê” na sala de tecnologia. Segue roteiro para orientar a produção de texto:
 . Qual é o seu nome e em que cidade você nasceu?
 . Como é a sua família? Tem pessoas em que fases da vida?
 . Quem é o seu melhor amigo(a) e o que vocês mais gostam de fazer, conversam sobre o que?
 . Fale sobre a sua sala de aula atual e do que você mais gosta na escola?


Obs: Fotos de alguns gibis no final deste material.

Aula 4
Levar os alunos até a sala de tecnologia e propor a leitura da história em quadrinhos: A turma da Monica em: O Estatuto da Criança e do Adolescente - Mauricio de Sousa no link abaixo. Discutir com os alunos sobre os direitos e deveres das crianças e dos adolescentes. http://www.fundacaofia.com.br/ceats/eca_gibi/capa.htm 

Sugestão de diálogo:
 .Quando foi publicado o Estatuto da Criança e do Adolescente?
 .Na página 6 o Franjinha afirma que o Estatuto já está funcionando. O que ele quis dizer com isso?
 .Por que o uso da Internet deve ser supervisionado pelos pais ou responsáveis?
.O que o Estatuto fala sobre as crianças com necessidades especiais?
.De acordo com o Estatuto, menores de 16 anos só podem trabalhar na condição de aprendizes. Este artigo está sendo respeitado? Por quê?
.Franjinha afirma que criança e adolescente não tem só direitos. Eles também têm deveres. Quais são os deveres citados por Franjinha?
.Em sua opinião, que deveres Franjinha não citou?
.Observe os direitos ilustrados na página 18 - O Estatuto da Criança e do Adolescente - Mauricio de Sousa (citado acima) . Cite exemplos de situações em que esses direitos estão sendo respeitados.

Aula 5
Nesta atividade destacamos uma reflexão sobre a velhice. É importante que se discuta a situação do idoso e sua integração social. A expectativa de vida do ser humano tem aumentado e o número de pessoas idosas é cada vez maior. Para promover a discussão sobre esta fase da vida projete o vídeo a seguir para os alunos:  

Sugestões de diálogo:
.Quais as ideias apresentadas pelo vídeo sobre os idosos?
.Leia: "Ver o mundo dando voltas e voltando ao mesmo lugar".
          "Idosos não são velhos. São pessoas bem sabidas e bem vividas."
         Como você interpreta essas frases?
.Qual a importância do Estatuto do Idoso? Como você pode ajudar para que o estatuto seja cumprido?

Avaliação
Avaliar numa perspectiva formativa implica estar atento à construção de conhecimentos conceituais, comportamentais e atitudinais de nossos alunos. Por isso é importante estar atento a todo o percurso do aluno enquanto aprende: suas idéias iniciais, aquelas apresentadas durante a investigação, à maneira que relaciona com os colegas, sua atitude investigativa e crítica, no decorrer da aula. Nesta aula, além dos conhecimentos conceituais trabalhado, em diferentes momentos foi possível perceber a visão dos alunos em relação às diferentes fases da vida, possibilitando-lhes manifestar comportamentos e atitudes relativos ao convívio com pessoas em diferentes fases. Feitas estas considerações, propomos mais um momento para que os alunos sejam avaliados em relação aos objetivos propostos inicialmente.
Peça aos alunos que em pesquisem junto aos idosos da família ou vizinhos uma história de suas infâncias, ou como era sua infância, peça ao idoso se possível que auxilie o aluno a registrar sua história. Cada aluno terá a oportunidade de apresentar sua história para a turma. Use as histórias e apresentação como mais um instrumento de avaliação. 











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário